Portal da Ortopedia é um oferecimento Shopmedical
close

Quando a cirurgia de coluna vertebral é necessária?

A coluna vertebral é uma das estruturas mais importantes do corpo humano, entenda quando a cirurgia é necessária.

Crédito: Freepik Crédito:

A coluna vertebral é uma das estruturas mais importantes do corpo humano, responsável por sustentar o corpo e proteger a medula espinhal. No entanto, lesões na coluna podem ocorrer e requerem tratamentos adequados para garantir a saúde e bem-estar do paciente. Quando se trata de cirurgia de coluna vertebral, há diferentes pontos de vista sobre quando ela é necessária.

De um lado, especialistas argumentam que a cirurgia deve ser o último recurso, após tentativas de tratamentos menos invasivos, como fisioterapia, medicamentos e repouso. Eles alertam que a cirurgia pode ser arriscada, com possíveis complicações e efeitos colaterais, e que nem sempre é eficaz, podendo até piorar a situação do paciente.

Por outro lado, alguns especialistas defendem que a cirurgia pode ser a melhor opção em muitos casos, especialmente quando há risco de danos permanentes à medula espinhal ou quando os sintomas da lesão são graves e interferem significativamente na qualidade de vida do paciente. Eles argumentam que, com os avanços tecnológicos e técnicas cirúrgicas cada vez mais precisas, a cirurgia de coluna vertebral é mais segura e eficaz do que nunca.

No entanto, a decisão de realizar uma cirurgia de coluna vertebral deve ser tomada caso a caso, levando em consideração a gravidade da lesão, a idade e condição física do paciente, assim como as opiniões e experiências dos profissionais de saúde envolvidos. É importante que o paciente entenda os riscos e benefícios da cirurgia, assim como os possíveis resultados e complicações.

Entre as principais razões para a realização de uma cirurgia de coluna vertebral estão:

Hérnia de disco: a cirurgia pode ser necessária quando a hérnia não responde a tratamentos convencionais ou quando há uma compressão nervosa grave. A cirurgia pode envolver a remoção do disco herniado ou a fusão de vértebras adjacentes.

Escoliose: em casos graves de escoliose, a cirurgia pode ser necessária para corrigir a curvatura da coluna. A cirurgia geralmente envolve a colocação de parafusos e barras na coluna para estabilizá-la e endireitá-la.

Fraturas vertebrais: dependendo da gravidade da fratura vertebral, a cirurgia pode ser necessária para corrigir o desalinhamento da coluna e prevenir danos à medula espinhal. A cirurgia pode envolver a fixação da vértebra com placas e parafusos ou a substituição da vértebra danificada por um enxerto ósseo.

Estenose espinhal: a cirurgia pode ser necessária quando a estenose espinhal causa sintomas graves, como dor, fraqueza e formigamento nas pernas. A cirurgia pode envolver a remoção de tecido ósseo ou discos herniados que estejam comprimindo a medula espinhal.

Em conclusão, a cirurgia de coluna vertebral é uma opção viável em muitos casos, mas deve ser considerada com cuidado e apenas após tentativas de tratamentos menos invasivos. Cada caso é único e deve ser avaliado individualmente para garantir o melhor resultado possível. É essencial que o paciente esteja bem informado e tenha um diálogo aberto com seu médico para tomar a melhor decisão para sua saúde e bem-estar.

Consulte seu médico!

O Portal da Ortopedia recomenda consultar um profissional especializado em caso de dúvidas sobre qualquer informação de nosso site.

Últimos conteúdos