Especialista? Cadastre-se e divulgue o seu trabalho
close

Síndrome do túnel do tarso: compreendendo a dor e o desconforto interno no tornozelo

Entenda a síndrome do túnel do tarso: sintomas, causas e opções de tratamento para aliviar a dor no tornozelo.

Crédito:

A Síndrome do Túnel do Tarso é uma condição médica que afeta a região interna do tornozelo, causando dor intensa e sensação de choque. Neste artigo, discutiremos os sintomas, as causas, o diagnóstico e as opções de tratamento para essa síndrome.

Sintomas

A Síndrome do túnel do tarso é caracterizada por uma variedade de sintomas, que podem incluir:

  1. Dor no tornozelo: A dor é frequentemente descrita como aguda, latejante ou em forma de choque elétrico na região interna do tornozelo.
  2. Sensação de choque: Muitas pessoas relatam uma sensação de choque percorrendo o pé e o tornozelo.
  3. Queimação: Uma sensação de queimação pode estar presente na área afetada.
  4. Dormência: Dormência ou formigamento no pé e nos dedos são sintomas comuns.
  5. Fraqueza muscular: Alguns indivíduos podem notar fraqueza nos músculos da perna e do pé.

Causas

A Síndrome do túnel do tarso ocorre quando o nervo tibial posterior, localizado no tornozelo, fica comprimido ou inflamado. Essa compressão pode ter várias causas, incluindo:

  • Lesões traumáticas: Entorses, fraturas ou outros tipos de lesões podem levar à compressão do nervo.
  • Inflamação: Processos inflamatórios, como tendinite ou artrite, podem afetar o nervo tibial posterior.
  • Condições médicas subjacentes: Algumas doenças, como diabetes, obesidade e artrite reumatoide, aumentam o risco de desenvolver a síndrome.
  • Deformidades no pé: Anormalidades estruturais, como o pé chato ou alterações ósseas, podem contribuir para a compressão do nervo.

Diagnóstico

O diagnóstico da síndrome do túnel do tarso é geralmente feito com base em exames clínicos e de imagem. O médico irá avaliar os sintomas e realizar um exame físico cuidadoso da região do tornozelo. Além disso, exames de imagem, como radiografias, ressonância magnética ou ultrassonografia, podem ser solicitados para descartar outras condições e avaliar o nervo e os tecidos circundantes.

Tratamento

O tratamento da síndrome do túnel do tarso depende da gravidade dos sintomas e das causas subjacentes. As opções de tratamento incluem:

  1. Repouso e imobilização: Evitar atividades que exacerbem os sintomas e usar sapatos adequados são medidas importantes para aliviar a pressão sobre o nervo.
  2. Medicamentos: Analgésicos, medicamentos anti-inflamatórios não esteroides ou até mesmo medicamentos para dor neuropática podem ser prescritos para ajudar a controlar a dor e a inflamação.
  3. Fisioterapia: Exercícios de fortalecimento e alongamento, juntamente com técnicas de terapia manual, podem ajudar a aliviar a pressão sobre o nervo e melhorar os sintomas.
  4. Injeções de corticosteroides: Em alguns casos, a administração de corticosteroides por meio de injeções pode ajudar a reduzir a inflamação ao redor do nervo.
  5. Cirurgia: Nos casos mais graves e refratários ao tratamento conservador, a cirurgia pode ser considerada para aliviar a compressão do nervo e corrigir possíveis anormalidades estruturais.

A síndrome do túnel do tarso pode afetar significativamente a qualidade de vida, causando dor e desconforto no tornozelo. É essencial procurar um ortopedista de confiança se você estiver enfrentando esses sintomas. O diagnóstico precoce e o tratamento adequado podem ajudar a aliviar os sintomas, melhorar a função do tornozelo e restaurar sua qualidade de vida. Não hesite em buscar assistência profissional para obter um diagnóstico preciso e um plano de tratamento individualizado.

Consulte seu médico!

O Portal da Ortopedia recomenda consultar um profissional especializado em caso de dúvidas sobre qualquer informação de nosso site.

Últimos conteúdos